Postado em 06 de Fevereiro às 11h59

Prata e Bronzes: Catarinenses conquistam medalhas nos torneios fechados de Florianópolis

Resultado de Eventos (5)Destaques em S.Catarina (25)

Federado por Santa Catarina, Roberto Molina foi vice-campeão do “IV Floripa Chess Masters 2017”

FCX - Após a participação no “Floripa Chess Open” que ocorreu de 20 a 26 de fevereiro, seis catarinenses disputaram torneios fechados em Florianópolis. Os campeonatos foram o “IV Floripa Chess Masters 2017”, que concedia norma de Grande Mestre (GM) e o “II Magistral Lourenço João Cordioli”, que poderia consagrar novos Mestres Internacionais (MIs). Os torneios ocorreram na sede do Clube de Xadrez de Florianópolis (CXF), do dia 27 de janeiro a 1º de fevereiro em nove rodadas.

No Floripa Masters, Roberto Junio Brito Molina, que reside em Belo Horizonte, mas é federado por Santa Catarina conquistou o vice-campeonato com 6,5 pontos e por meio ponto não alcançou a norma de Grande Mestre. Representante do CXF, Cesar Hidemitsu Umetsubo ficou em terceiro lugar com 5,5 pontos. Outro catarinense, de Fraiburgo, Lucas Aguiar Cunha ficou em oitavo lugar com 3 pontos. O campeão foi o Grande Mestre Andres Rodriguez do Uruguai. Além dos catarinenses mais sete jogadores disputaram o torneio. Um dos destaques foi o jovem Mestre Fide, do Distrito Federal, Victor Shumyatsky que obteve a segunda norma de Mestre Internacional ainda na disputa do Floripa Open.

Já no "II Magistral Lourenço João Cordioli 2017", Santa Catarina foi bronze com o Presidente da Federação Catarinense de Xadrez (FCX) e jogador de Lacerdópolis, Guilherme Deola Borges que fez 5,5 pontos no torneio. Charles Gauche de Itajaí fez 3 pontos e Kathiê Goulart de Içara fez 2 pontos. Na disputa do Floripa Open, Kathiê foi a terceira melhor jogadora feminina empatada em número de pontos com a primeira e segunda colocada, Ana Vitória Rothebarth e Julia Alboredo, respectivamente. O Magistral contou com a participação de outros sete jogadores, além dos catarinenses e teve como campeão o Mestre Fide João Danilo Mandetta do Paraná. Conforme o Presidente da FCX, Guilherme Deola Borges, além do Floripa Open, os torneios fechados contribuem para o xadrez catarinense, especialmente com a presença de jogadores internacionais.

Fotos:

Guilherme Deola Borges ficou em terceiro lugar no torneio

Molina foi o segundo melhor jogador do Floripa Masters

Crédito das fotos: Nira Pomar / CXF

*Anexo resultado do Floripa Chess Open em todas as categorias

Veja também

Federação Catarinense de Xadrez premiará os melhores atletas do estado até 18 anos no FECAJ 201728/03 Com o objetivo de revelar talentos e aprimorar a prática esportiva dos enxadristas, a Federação Catarinense de Xadrez (FCX) organiza o Festival Catarinense da Juventude de Xadrez (FECAJ), edição 2017, que premiará os melhores atletas nas categorias até 16 e até 18 anos masculino e feminino. Neste ano, o evento ocorre no Centro de Eventos de......
O Raciocínio Abdutivo no Jogo de Xadrez15/12/10 A Contribuição do Conhecimento, Intuição e Consciência da Situação para o Processo Criativo (Tese de doutorado do Karis Tese foi defendida: 15/12/2010 submetida ao Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento da Universidade Federal de Santa Catarina em Florianópolis para a obtenção do Grau de Doutor em......
Nota de Falecimento12/12/12 O xadrez catarinense encontra-se "em luto" novamente. Faleceu nesta manhã do dia 12/12/2012 na cidade de Itajaí o enxadrista Deficiênte Visual Álvaro da Silva campeão do PARAJASC dos quadros do Clube de Xadrez de......

Voltar para (Novidades)

FCX - Federação Catarinense de Xadrez
R. Comandante José Ricardo Nunes, 79, Capoeiras, 88070-220, Fpolis/SC